Eleições 2008 - Quem não votar

|

Eu não posso (é contra a lei) e nem quero (é anti-ético) indicar para os leitores em quem votar no nosso blog. Porém, posso dar exemplos de políticos que não se deve votar (não de pessoas, mas, atitudes):

Compra de votos

  • O político lhe ofereceu um emprego caso ganhe? Não vote nele, ele não vai lhe dar o emprego, ele já possui os amigos e já se comprometeu com muita gente com a mesma promessa.
  • O político lhe deu dinheiro para votar nele? Pegue o dinheiro e vote no outro que você considera honesto, lembre-se, seu voto é secreto.
  • O político lhe deu a metade de uma nota? Não aceite, a outra metade ele deu para outra pessoa e além disto, no mercado, dinheiro rasgado (pedaços soltos) não são aceitos devido à esta prática.
Tentativa de enganação
  • Você está notando muitas obras na cidade apenas neste ano? Além disto, aquelas obras que normalmente aconteciam apenas quando todos estavam dormindo agora acontecem nos períodos de pico de transito? Isto é tentativa de enganar os eleitores (você).
  • No início do mandato o prefeito desfez algum programa e agora ele está tentando habilitá-lo novamente? E ainda virou promessa de campanha? Preciso comentar?
  • Aquele programa assistencialista oferecia um certo tipo de "doação" num valor e este ano melhorou?
Mentiras passadas
  • O prefeito e / ou vereador prometeu algo na campanha passada, foi eleito e não cumpriu?
  • Nem apresentou um relatório do que foi prometido e cumprido e não-cumprido?
Estes são alguns pontos principais que você deve analisar.

Questão Cultural 2 - Ignorancia em Rede Nacional

|

Como já havia falado aqui no blog, estou denunciando qualquer tipo de erro referente à mania cultural de enxergar os nove estados do Nordeste e dos sete do Norte como sendo uma coisa só. É impressionante como os erros são gritantes.

Neste caso, apareceu no Bom dia Brasil, quem fez a parte de efeitos no vídeo não teve o cuidado mínimo de selecionar no mapa qual o estado correto da capital Recife, além de escrever o estado errado. Errar no mapa, talvez seja até aceitável, porém, estava bem clara a sigla "PB" no mapa, que é a sigla do estado da Paraíba. Não há ofensa explícita e direta neste erro nem para os pernambucanos nem para os paraibanos, porém, demonstra a falta do mínimo de conhecimento de quem fez, quem aprovou e quem editou o vídeo para aparecer em âmbito nacional.

Porém, o mais horripilante é que no final do mesmo vídeo aparece uma reportagem sobre a qualidade da educação brasileira.

Quando fui atrás desta reportagem acabei achando uma outra que fala exatamente sobre a educação brasileira onde também no final a reporter fala "a estudante do Nordeste", não citando em algum momento qual o estado e / ou cidade que a estudante está.

É aquela história... Olhando sempre o defeito dos outros sem olhar os próprios.

Assistam ás reportagens clicando nos links abaixo.

Bom dia Brasil

Jornal Nacional

Liberdade de Expressão

|

Caros,

Eu defendo veementemente a liberdade de expressão. Porém, é necessário ter responsabilidade ao escrever ou falar o que se pensa ou o que se quer apenas por brincadeira, pois, nem sempre o que se pensa é algo inteligente e / ou o que se brinca é engraçado.

Alguns imbecís, estão entrando no nosso (ele é seu também) blog e estão fazendo algumas brincadeiras sem graça. O mais interessante é que eles são tão "homens" para escrever algo assim na internet, porém, não são o suficiente para se identificarem. Antes, quando eu considerava a intenção apenas de degradar a imagem de outros, eu simplesmente apagava (aconteceu apenas uma única vez), porém, quando apenas se dirigem à mim, eu deixava e adicionava um comentário meu. Só que, infelizmente, por causa de pessoas como estas, estou "fechando" a parte de comentários para pessoas identificadas no openId (várias sites utilizam este serviço) ou contas do google para que ao escreverem coisas sobre mim ou qualquer outro integrante do blog, o mesmo possa pagar judicialmente pela sua "brincadeira".

Acho que assim, além do exemplo de como devemos ir atrás dos nossos direitos para os nossos leitores, serve de "lição" para que as pessoas que não tiveram uma boa educação em casa e na escola, comecem a aprender a respeitar o próximo.

Um dia quem sabe se não reabro novamente? Após alguns processos.

Eleições 2008 - Votar para que?

|

Todos os dias, Zé Brasileiro acorda, faz suas necessidades físicas, toma banho, lava as mãos (saneamento básico), depois, sai para deixar seu filho na escola. Na rua, ele encontra uma calçada bem conservada, com passagens e caminhos para deficientes físicos e visuais, as ruas estão asfaltadas, sem buracos e sem remendos, os bueiros estão todos fechados, existem placas indicativas de ruas em todas as esquinas, e placas e faixas de sinalização para todos os lados (infra-estrutura). Então, ele vai até a parada / ponto de ônibus coberto e iluminado e descobre que perdeu seu ônibus que passa exatamente às 06:30, só que ele não se desespera, pois, esperará apenas e exatos 5 minutos, então, após a chegada do ônibus, ele entra no mesmo e vê que está com algumas poucas cadeiras vazias, ele paga R$ 1,50 e espera cerca de 20 minutos até chegar na escola de seu filho, já que são raríssimas as vezes que na cidade existe um engarrafamento, os ônibus podem manipular os semáforos, pois, eles possuem preferência (transporte). Ao chegar à escola pública que possui escola normal no turno matinal e à tarde cursos diversos, tendo um almoço com comida de qualidade, entrega seu filho à professora, passando pelo segurança da escola e aproveita para conversar com a diretora que faz algumas observações sobre o desempenho do seu filho no curso de informática, que acontece no período da tarde e para falar sobre um possível pulo de turma no ensino básico, já que seu filho possui um bom conhecimento (educação). Então, Zé vai até seu trabalho de metrô, que possui o número necessário para que as pessoas não andem como sardinhas (transporte). Zé é um ser imaginário? Não, é uma pessoa do nosso país que mora em uma cidade que realmente se preocupa com a política e que cobra de seus governantes ações de verdade e que não aceita ações eleitoreiras que acontecem em outras cidades do país em que os prefeitos só investem em ano de eleição.

Este post é meio tardio, mas, ainda em tempo para refletirmos o que queremos no nosso país. Para mostrar que quando fala-se: "não gosto de política" é algo tão impensado que se deveria ter vergonha de falar algo como isto.

Vale pensar, existem pessoas honestas na política? Existe! Mas, normalmente, são aqueles que não possuem tanto apoio dos meios de comunicação. Por isto, sempre que for votar, não se prenda apenas àqueles que você acha que são os "favoritos". O que vale é quem você quer votar e não quem "está ganhando" nas pesquisas.

Algemas para que te quero

|

Muito se falou sobre o uso das algemas em engravatados em nosso país, muito se falou sobre um possível abuso da polícia, seja ela de que entidade for em relação ao uso das algemas. Muito se falou até mesmo numa possível libertação de presos (com influência) devido ao procedimento "errado" da polícia.

Gostaria de começar comentando sobre a possibilidade da liberação dos presos influentes que sempre ameaçam investir em um habeas corpus baseado na forma "errada" da utilização de algemas. Acho que isto nem deveria começar a ser discutido, tenho a certeza de que um procedimento de algemas "errado" não faz pagar, perdoa ou isenta nenhum acusado de seus atos anteriores e que motivaram sua prisão. Sendo assim, nunca poderiam ser soltos por este motivo. Talvez, coubesse à justiça, julgar o procedimento policial, mas, eu penso em talvez!

Expressa minha opinião sobre a liberdade dos acusados, vamos continuar com o julgar errado ou legal o uso de algemas.

Nunca ouvi falar em "regulamentação de uso de algemas" até que alguns poderosos influentes em nosso país serem presos e terem seus punhos acostumados a acomodar pulseiras de ouro, relógios caros e/ou mangas de camisas e ternos caros serem "acariciados" por algemas da polícia (falo polícia, pois, minha opinião vale para qualquer instituição policial do país). Como nunca foram presos tantos ricos, políticos e pessoas influentes em nosso país, isto nunca havia sido discutido antes. E isto é um fato interessante, pois, demonstra claramente o quão cega é a nossa justiça. Acho que ao contrário do uso de uma arma branca ou de fogo, a regra deveria ser que ao anunciada a voz de prisão para uma pessoa, ela imediatamente deveria se virar, juntar os braços para que fosse algemada. Cabendo ao policial julgar a necessidade do NÃO uso da algema, ou até da algema na frente do acusado.

Outra coisa, como pode uma pessoa que desvia verba da saúde não representar perigo à sociedade quando o mesmo deixou milhares de pessoas morrerem em filas de hospitais, pois, o mesmo "necessitava" comprar um carro importado ou viajar pelo mundo? Como pode uma pessoa que tem tantos bens que poderia deixar alguns deputados, juízes e até um grupo de policiais de uma operação inteira com a conta corrente "generosa" para poder se livrar de acusações?

Se a nossa justiça fosse cega, este tipo de pessoa, dependendo do tipo de verba que desvia (exemplo da saúde), deveria ser acusado de extermínio ou tentativa de homicídio em massa (estipulando o número de prejudicados) devido à quantidade de pessoas prejudicadas com o desvio do dinheiro.

http://www.ro.trf1.gov.br/noticias/2008/JUSTI%C7A%20FEDERAL%20-%20USO%20DE%20ALGEMA%20N%C3O%20CARACTERIZA%20DANO%20MORAL.htm

 

©2007 - 2010 Enxugando o Gelo | Template Blue by TNB